EMBAIXADA DA PALESTINA reúne imprensa nacional e internacional em jantar

POR MILTON ATANAZIO

O Encontro

O embaixador do Estado da Palestina no Brasil, Ibrahim Alzeben reuniu na noite de quarta-feira- (21), cerca de 30 jornalistas da imprensa nacional e internacional, em sua residência oficial, para uma conversa sobre os assuntos do Oriente Médio que dominam o noticiário internacional e em seguida ofereceu um jantar.

Entre os convidados, os embaixadores da Jordânia, Malek Twal, do Egito Alaa Roushdy e do Marrocos, Nabil Adghoghi. O Embaixador da Palestina é Decano do Conselho dos Embaixadores  Árabes  no  Brasil.

Audiência com Bolsonaro

O anfitrião Ibrahim Alzebem, confirmou ter feito um pedido de audiência para o presidente eleito Jair Bolsonaro e recebeu confirmação do encontro, que deve ocorrer nos próximos dias. O embaixador anunciou que vai felicitar Bolsonaro por ter vencido as eleições.

Noticiário

As declarações recentes do presidente eleito, entre elas a que indica a transferência da embaixada de Israel para Jerusalém foi um dos temas abordados pelos presentes. Os embaixadores defendem a neutralidade do país, como sempre foi a tendência diplomática nas posições do Brasil.

O embaixador da Jordânia, Malek Twal, disse que não quer que o Brasil se envolva no conflito que há décadas causa tensão no Oriente Médio. “Nós não queremos que o Brasil seja parte deste conflito. Não entendemos o motivo de o Brasil querer ser parte quando pode ser um agente mediador”, assinalou.

Nabil Adghoghi, embaixador do Marrocos, por sua vez, disse que a eventual mudança do local da embaixada poderá prejudicar a imagem do Brasil no exterior. “Nenhum país, exceto os Estados Unidos, mudou a embaixada. A curto prazo, isso pode agradar a Israel, mas, a longo prazo, não terá nenhum efeito. A longo prazo, queremos a paz no Oriente Médio e a mudança de embaixada não vai trabalhar para isso. A imagem do Brasil será muito perturbada, além dos problemas comerciais”, preveniu.

Alaa Roushdy, embaixador do Egito, afirmou não ver motivos para que o país siga o mesmo caminho trilhado pelos Estados Unidos. “O Egito pede paz ampla e defende que as situações sejam baseadas nas resoluções da ONU e na instalação de um Estado palestino, cuja a capital é Jerusalém oriental”, informou.

O embaixador da Palestina afirmou ainda que espera que “sejam seguidas as resoluções da Organização das Nações Unidas (ONU) e as normas do direito internacional” sobre a região. Ele espera que o Brasil se abstenha dessa briga no Oriente Médio e permaneça como sempre fez, isento sobre a situação.

Diplomacia Brasileira

Até agora, nos 70 anos desde a criação de Israel, a postura da diplomacia brasileira sempre foi de equilíbrio entre os dois lados.

Bolsonaro confirmou que pretendia transferir a embaixada brasileira no início de novembro, possivelmente inebriado ainda pelo calor eleitoral. De lá para cá não houve mais nenhuma nova declaração.

Recentemente, após a escolha do futuro ministro das Relações Exteriores, o diplomata Ernesto Araujo, ele declarou à imprensa, que a mudança ainda não estava definida. Portanto nada ainda de definitivo foi decidido e a audiência do embaixador da Palestina, Ibrahim Alzeben com o presidente eleito do Brasil será da maior importância para a busca do caminho do entendimento. O Brasil reconhece o Estado Palestino desde 2010.

Espera-se que o Brasil mantenha o posicionamento de neutralidade que lhe é peculiar, de não se envolver em questões internas dos outros países. E busque a estrada do entendimento e da Paz.

Fotos do evento: Gentilmente cedidas por Brasilia in Foco, Malú Silva, Fabiana Ceyhan, Nana Calimeris da BSB Sky e Janaína Miotto da Ícaro

Embaixador da Palestina Ibrahim Alzeben e o jornalista Milton Atanazio da Revista VOX-BrasilianNEWS e Foco na Política
Embaixador da Palestina Ibrahim Alzeben e o jornalista Milton Atanazio da Revista VOX-BrasilianNEWS e Foco na Política

 

Alaa Roushdy, embaixador do Egito
Embaixador do Egito Alaa Roushdy, e o jornalista Milton Atanazio da Revista VOX-BrasilianNEWS e Foco na Política
Embaixador do Marrocos, Nabil Adghoghi
Embaixador do Marrocos, Nabil Adghoghi
O embaixador da Jordânia, Malek Twal
O embaixador da Jordânia, Malek Twal
Jornalista Luiz Fara Monteiro e Malu Silva (E)
O embaixador Ibrahim Alzeben (E) Nana Calimeris da BSB Sky(C) e Malu Silva (Reporter Malu)
jornalista Janaina Miotto(C) da Ícaro

          

Share

Deixar uma Resposta