Azerbaijão, Cazaquistão e Turquia organizam conferência e exposição

Conferência Científica e a Exposição Fotográfica “Cultura, história e tradições turcas e latino-americanas — uma abordagem científica continental e regional”, no anexo do Senado Federal

 A Conferência

O Azerbaijão, o Cazaquistão e a Turquia, através de suas respectivas embaixadas instaladas no Brasil, juntamente com o Senado Federal organizaram em Brasília, nesta segunda-feira (23) no auditório do Interlegis – Via N2 a Conferência Científica e a Exposição Fotográfica “Cultura, história e tradições turcas e latino-americanas — uma abordagem científica continental e regional”.

O evento foi apoiado pela Fundação Internacional de Cultura e Patrimônio Turco (ITCHF) e a Organização Internacional de Cultura Turca (Turksoy) e mediado pelo senador Cristóvam Buarque que é presidente do grupo parlamentar Brasil-Azerbaijão.

O objetivo do evento, segundo a organização, é o de promover e disseminar os valores e as tradições dos povos túrquicos (que vivem no norte e centro da Eurásia) no Brasil.

O embaixador do Azerbaijão, Elkhan Polukhov, disse que esta é uma oportunidade de ver os países além de suas fronteiras ao abordar a influência da arte rupestre túrquica na formação da arquitetura azerbaijanesa. “Esse é evento único, provavelmente por causa do formato organizado para mostrar o melhor do mundo turco, para o resto do mundo”, destacou.

Kairat Sarzhanov, embaixador do Cazaquistão ressaltou a importância de se realizar uma conferência para o debate das culturas turcas e latino-americanas. “Particularmente, a significativa contribuição de apresentar o Cazaquistão. Eu acredito que estamos construindo uma ponte invisível entre esses países com um diálogo intercultural, apesar da enorme distância geográfica”, afirmou sob o tema do Cazaquistão no mundo global: competitividade e manutenção da identidade cultural.

O embaixador da República da Turquia, Ali Kaya Savut, abordou as relações entre o Império Otomano e o Brasil. “É a primeira vez que é realizado um evento como este, com as embaixadas dos três países: Cazaquistão, Azerbaijão e Turquia, no Brasil. Nós somos culturas primas.

O papel da Fundação Internacional Túrquica e do Patrimônio no dialogo Cultural internacional ou intercontinental também foi apresentado como parte integrante dos painéis pela sua presidente, embaixadora Gunay Afandiyeva, a qual fez questão de registrar as belezas de Brasília. Firat Purtas, vice-secretário geral da Turksoy apontou a Diplomacia Cultural.

Tereza Collor, convidada pelo senador Cristovam Buarque e bacharel em história pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL) marcou presença, na condição de viajante e colecionadora apaixonada pela cultura turca, exibindo peças de joias e adornos étnicos de vários países, peças tradicionais de países túrquicos.

Após o encerramento dos debates, os participantes da Conferência Científica puderam conhecer um pouco das melodias fascinantes de música turca que foram apresentadas pela performance do Grupo Música de TURKSOY, composto de conhecidos artistas do Cazaquistão, do Azerbaijão e da Turquia.

A Exposição

A segunda parte do evento constou da abertura da Exposição fotográfica intitulada “Um Pedaço da Herança Turquíca no Brasil”, também parceria entre as embaixadas da Turquia, Cazaquistão e Azerbaijão e o senador Cristovam Buarque, com apoio da Fundação Turksoy e a Fundação Internacional de Cultura e Patrimônio Turco (ITCHF). A mostra está aberta ao público até o dia 9 de novembro, no Anexo I do Senado Federal, e retrata um pouco das culturas, histórias e tradições dos povos turcos.

Fotos Eliane Loin – Embassy Brasilia e Milton Atanazio -VOX

Share

Deixar uma Resposta