AS QUENTES DO DIA 17.10 (Terça-feira)

• REFORMA DA PREVIDÊNCIA – Meirelles e Padilha acertam reforma reduzida da Previdência. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o Palácio do Planalto e o Ministério da Fazenda concordaram, pela primeira vez, em reduzir o pacote de mudanças da reforma da Previdência, em um último esforço para tentar votar a proposta ainda neste ano.

• SENADO – Por Aécio, Senado deve adiar votação de afastamento. Segundo o jornal O Estado de S.Paulo, pelo menos 11 senadores devem se ausentar da sessão desta terça-feira, 17, o que, segundo aliados, dificulta um resultado favorável ao tucano.

• MENSALÃO – Lula tinha ‘pleno conhecimento das propinas do Mensalão’, diz Pedro Corrêa. Ex-deputado, condenado na Operação Lava Jato, afirma, de acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, em delação premiada que o ex-presidente participou da indicação de Paulo Roberto Costa para a Diretoria de Abastecimento da Petrobrás, foco do cartel de corrupção na estatal entre 2004 e 2014.

• JBS – CPMI da JBS tem dia decisivo que pode constranger Janot. A comissão deve ouvir nesta terça-feira o procurador Ângelo Goulart Villela, peça chave para as investigações da Lava Jato e que pode deixar o ex-PGR em saia justa.

• CEF – Caixa libera 1ª fase do PIS/Pasep nesta terça-feira, 17, e deve pagar R$ 6,7 bilhões. Segundo o jornal O Estado de S.P, para a primeira fase, apenas idosos com mais de 70 anos titulares de conta corrente ou poupança individual na Caixa podem retirar os recursos.

• JBS – Em carta a Fachin, Joesley defende delação e diz ter vergonha de áudio. Segundo o jornal Folha de S.Paulo, o empresário envia na carta também uma defesa para manter o seu acordo de delação premiada.

• JBS – Irmãos Batista viram réus por manipulação do mercado financeiro. Investigação apura o uso indevido de informações privilegiadas na data da divulgação dos dados relacionados à delação premiada firmada pelos executivos e a Procuradoria-Geral da República.

• OPERAÇÃO CARNE FRACA – Franceses usarão Operação Carne Fraca contra Mercosul. Os problemas de controle sanitário encontrados na Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, são o principal argumento a ser usado pela França para tentar modificar o mandato dado à Comissão Europeia para negociar o acordo comercial com o Mercosul.

• PLANEJANMENTO – Dyogo não vê resistência no Congresso à reforma da Previdência. Segundo o ministro do Planejamento, o governo pretende retomar “muito em breve” a pauta, apesar da proximidade com o calendário eleitoral.

• CCJ – Vídeos de Funaro e ação contra Vieira Lima dão fôlego à oposição.Oposicionistas dizem que os novos episódios podem ajudar a reverter votos na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). A estratégia, a partir de agora, é explorar os acontecimentos com profundidade.

• ESCRAVIDÃO – Ruralistas comemoram regra que dificulta comprovar a escravidão. A portaria faz alterações na norma que criou o cadastro de empregadores que submetem indivíduos a essa situação, a chamada “lista suja do trabalho escravo”.

Enquanto você desligou…

• Petrobras protocola na CVM pedido de IPO da BR Distribuidora. A operação está sujeita a análise e aprovação dos órgãos internos das duas companhias, quanto ao preço e porcentual das ações a serem ofertadas
• Lufthansa faz oferta para Alitalia. A oferta da alemã não é para toda a italiana, mas por partes da rede, o que pode criar oposição na Itália, que quer vender a empresa em um pacote.
• EUA – Não se juntem a ações dos EUA e estarão a salvo, diz Coreia do Norte. Vice-embaixador disse que país ‘não irá colocar armas nucleares na mesa de negociação’ até que política hostil e ameaça dos EUA sejam erradicadas.

• MRV tem alta de 12% nas vendas do 3º trimestre. A companhia, maior no setor de imóveis econômicos do Brasil, elevou os lançamentos no período em 72,2 por cento, chegando a para 1,41 bilhão de reais.
• Receita da Netflix sobe 30% no 3º trimestre e supera estimativa. A empresa lucrou 130 milhões de dólares, uma alta de 30,3% em relação ao mesmo período de 2016, quando a companhia teve lucro de 52 milhões de dólares.
Agenda do dia
• Nesta terça-feira o Ministério do Trabalho e Emprego divulga novos dados do CAGED.
Fonte: Exame

Share

Deixar uma Resposta