As quentes do dia 09/11

Governo desidrata texto da Previdência para tentar aprová-lo até dezembro. De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, a reforma ‘possível’ mantém idade mínima para aposentadoria e altera regras para servidores públicos.

Mudança no comando da PF deixa parte da corporação apreensiva. Segundo o jornal Folha de S.Paulo, o delegado Fernando Segóvia assumiu a Polícia Federal sob pressão; antes da nomeação, agentes diziam que ele não era ‘o nome certo’.

Novo comando da PF é ligado ao PMDB. De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, Fernando Sergóvia é um delegado com fortes conexões na política. Entre seus padrinhos, despontam figuras notórias do PMDB e o ministro Gilmar Mendes, conhecido pelos embates com a Lava Jato.

Pela primeira vez, operador admite propina de Cabral. Carlos Miranda afirma ao juiz Marcelo Bretas, segundo informações do jornal O Estado de S.Paulo, que recolhia dinheiro a mando do ex-governador.

Moro manda tirar lacres e libera acervo de Lula. A colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo, divulgou que o juiz liberou os dez contêineres com objetos e as 400 mil cartas que o petista recebeu quando era presidente, que estavam trancados.

Doria projeta reforma da Previdência de SP com servidores pagando mais. De acordo com o jornal Folha de S.Paul0, o projeto municipal será enviado pela gestão Doria para a Câmara ainda em 2017 e deverá ter dois pontos principais: aumento da contribuição para todos os servidores e um sistema de Previdência complementar.

País vai à CoP-23 com propostas que não saíram do papel. Segundo o jornal Valor Econômico, o governo chega à Alemanha com três cartas na manga para demonstrar que estão sendo cumpridas metas de redução de emissão de gases-estufa. Mas duas delas ainda estão na Casa Civil esperando despache.

MPF denuncia Guido Mantega e mais 13 na operação Zelotes. Os denunciadosvão responder por corrupção, advocacia administrativa tributária e lavagem de dinheiro.

Senado aprova MP que altera regras do Fies. Medida tem como uma das principais mudanças a extinção da carência de 18 meses após o término do curso para o estudante começar a pagar a dívida.

Governo aceitou mudanças na reforma da Previdência, diz relator. Ainda assim, Arthur Maia (PPS-BA) afirmou que a intenção é que as modificações sejam “as mínimas possíveis”.

Dodge vê Cabral como “líder de organização criminosa”. Com o argumento, a PGR pediu a transferência do ex-governador para uma penitenciária federal de segurança máxima.

Governo lança pacote de R$ 130 bi para retomar obras paradas. Além de obras de infraestrutura, programa inclui também ações na área de esportes, cultura, saúde, educação, entre outras.

E mais…

Ultrapar: lucro líquido atinge R$ 556 mi no 3º tri, alta de 46%. O Ebitda consolidado, por sua vez, totalizou R$ 1,239 bilhão no terceiro trimestre deste ano, com expansão de 20% na relação anual e de 58% na trimestral.

CVC tem lucro líquido de R$ 70,2 milhões no 3º trimestre. Lucro corresponde a um crescimento de 15,5% na comparação com o mesmo período do ano passado. A companhia de viagens também realizou a compra da Visual Turismo por até R$85 milhões.

AT&T precisará vender CNN para comprar Time Warner. movimentoinesperado do Departamento de Justiça dos EUA lançou novas dúvidas sobre o acordo de 85,4 bilhões de dólares que foi anunciado em outubro de 2016.

Bancos públicos credores da Oi pedem adiamento da assembleia. Segundo fonte, o adiamento tem como objetivo ganhar tempo para que seja concluída a proposta para equacionar a dívida da Oi com entes públicos.

Taesa lucra R$97 mi no 3° tri, queda de 55%. O lucro foi impactado pelos índices de inflação que corrigem seus contratos, informou a companhia nesta quarta-feira.

O Snapchat morreu nesta quarta-feira? Embora o faturamento tenha aumentado62% no trimestre, para 207,9 milhões de dólares, os prejuízos quase quadruplicaram. No terceiro trimestre do ano passado era de 124,4 milhões, agora já chega a 443,1 milhões de dólares.

Fonte EXAME

Share

Deixar uma Resposta