ARTIGO – CHUVA DE VOTOS

POR MILTON ATANAZIO

Segundo a meteorologia, a previsão para o final de semana é de que uma grande massa seca, que domina a Região Nordeste do Brasil, vai garantir um fim de semana de sol forte, calorão e baixa umidade do ar na maioria das áreas, mas as condições de chuva começam a aumentar pelo estado da Bahia e toda a região nordestina.

Na meteorologia eleitoral, as áreas de instabilidade, ainda se formam sobre todo o país. Do sul ao nordeste, dependendo da proximidade do dia 28, o tempo está fechando.

Mas a atenção maior dos dois candidatos à presidência da república é para a região nordestina onde procuram tirar um do outro, a preferência do voto.

Lá predomina o Bolsa-família que é visto com um olhar especial e a previsão confirma que em vários momentos, terá raios e rajadas de vento. Os candidatos ambicionam e lutam para mudar o voto do eleitor, mas temem a alta temperatura da campanha.

O candidato que é o favorito nacional nas pesquisas de intenção de votos precisa do congelamento até o domingo, dia 28.

Já o outro candidato, franco favorito da região nordeste no primeiro turno, deslocou a sua campanha para lá, procurando convencer os que não decidiram ainda o voto e os que já escolheram, para não mudarem de lado.

A cada resultado de institutos de pesquisas a tensão aumenta. E a campanha procura opções de apoio, busca por qualquer coisa que o ajude a diminuir esta diferença. A tão pretendida virada tem final marcado para o domingo (28), onde os riscos de ventos fortes predominam em toda a região.

Uma nova frente fria está prevista para chegar no início da semana onde certamente já teremos escolhido o novo presidente.

Por ora, todos querem chuva. Mas…de votos!

* Milton Atanazio é jornalista, comunicador, árbitro judicial, consultor diplomático, cônsul honorário da Bielorrússia, editor da Revista VOX e Publisher da BrazilianNEWS – www.foconapolitica.c

Share

Deixar uma Resposta